Imposto de Renda: como declarar financiamento imobiliário?

Chegou o momento de declarar o Imposto de Renda e bateu a dúvida: como faço a declaração de financiamento imobiliário? De fato, na hora da declaração é preciso tomar bastante cuidado para preencher todas as informações corretamente e evitar problemas futuros como ter que pagar valores ainda mais altos de impostos para a Receita Federal. Confira as outras dicas que preparamos para você:

Bens e Direitos

O primeiro passo na declaração de Imposto de Renda de financiamento imobiliário é a aba “Bens e Direitos” do formulário da Receita Federal. Aqui, devem ser usados códigos específicos como: 11 para apartamentos, 12 para casas e 13 para terrenos. 

Em seguida, no campo “Discriminação”, você precisa detalhar algumas informações, por exemplo, a forma de pagamento, o valor pago na entrada, quanto custou do FGTS e o valor do financiamento. 

Dívida

Uma dica muito importante é que o financiamento não deve ser lançado como uma dívida no Imposto de Renda e por isso não se deve colocar o valor total do mesmo. Até porque, o financiamento pode ter sido contraído em 25 anos, mas seja quitado em 15 anos, por exemplo. Nesse sentido, influencia diretamente no valor final, pois serão pagos menos juros.  Após quitar o financiamento imobiliário, automaticamente já vai ativar o valor final na declaração do Imposto de Renda.

Então, qual valor do imóvel eu devo declarar? 

Como dito anteriormente, é exigido detalhar algumas informações na hora da declaração de Imposto de Renda. Neste caso, o que está sendo pago do financiamento. Sendo assim, você informa quanto deu de entrada e quantas prestações já foram quitadas. O que fica declarado é todo o somatório do que foi pago no presente ano. 

Um exemplo prático é: você comprou o imóvel em maio, deu uma entrada de R$ 50 mil e financiou R$ 800 mil, pagando R$ 100 mil ainda neste ano. O que deve ser declarado é o valor que deu de entrada e quantas prestações pagou. Essa será a sua situação no campo de 31 de dezembro do ano anterior à declaração. 

Atualização 

Sempre na virada de cada ano é preciso atualizar a declaração do Imposto de Renda com informações sobre o financiamento. No caso de você ter pago mais parcelas, deve repetir a ação de colocar quanto deu de entrada e o total de prestações pagas. 

Por exemplo, você deu uma entrada de R$ 50 mil, pagou R$ 100 mil no ano da compra do imóvel e no novo ano mais R$ 150 mil. Deve-se colocar o somatório final e mostrar ao fiscal como chegou no valor total de R$ 300 mil. Vale ressaltar que os juros integram esses custos de aquisição do imóvel e, portanto, devem ser ativados na hora da declaração. 

E no caso de venda? 

No decorrer dos anos em que um financiamento dura, pode haver uma venda do imóvel. Neste caso, você deve informar quanto já tinha pago, deixar a situação no ano anterior com o somatório pago e informar o preço da venda. 

Informações corretas 

Por fim, é muito importante que sejam passadas para a Receita Federal informações corretas e evitar assim problemas com o fisco. Até porque, tudo o que a pessoa compra e gasta precisa ter um lastro financeiro e condizer com o orçamento anual que recebe. 

Se o seu apartamento é de um empreendimento da Irmãos Kunst, você pode imprimir de maneira simples e rápida o seu extrato para declaração do imposto de renda no portal do cliente aqui no nosso site. Gostou do conteúdo? Então, não esqueça de compartilhar com alguém que precisa saber dessas informações junto com você!

Imposto de Renda: como declarar financiamento imobiliário?
Veja Também
img
Irmãos Kunst prepara entrega de mais um empreendimento em Igrejinha

Obras do Edifício Seven estão sendo concluídas nesta quinta-feira, 30, e reforçam comprometimento da empresa com clientes e parceiros.

Ver Mais
img
Taquara: a cidade da tradição e da inovação

Conhecida como a capital do sorriso, Taquara é um município localizado entre as cidades de Três Coroas, Novo Hamburgo e Sapiranga, no Vale do Paranhana, e fica a 86,3 km de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Ver Mais
img
Saiba como incorporar a adega na decoração de sua casa

Se você faz parte do time de amantes de vinhos, provavelmente já pensou em como pode incorporar uma adega na decoração de sua casa.

Ver Mais